Pretende iniciar um negócio. Por onde começar?

Ter seu próprio negócio é um sonho de milhares de pessoas em todo o mundo, especialmente para nós brasileiros, empreendedores por natureza.

Contudo, iniciar um negócio requer planejamento, preparo e algum nível de conhecimento para que o sonho não se transforme em pesadelo.

Seguem abaixo algumas considerações importantes que devem ser levadas em conta antes de começar:

1 – Defina qual será o seu negócio.

Conhecer o mercado, a concorrência, área de atuação, fornecedores e etc são pontos fundamentais para começar com o pé direito.

2 – Atue em um segmento que você tenha afinidade!

Um dos segredos do sucesso é fazer o que gosta. Desta forma, após definir qual é o segmento, especialize-se e busque o máximo de ferramentas para aperfeiçoar suas habilidades de forma a transformar aquilo que lhe trás prazer em uma atividade verdadeiramente rentável.

3 – Tenha um plano de negócios…e o cumpra!

Definir os rumos que quer para seu negócio, por mais modesto que seja é ponto fundamental para que os resultados sejam satisfatórios. Comece fazendo um levantamento do investimento inicial, capital de giro, despesas pessoais e projete os resultados pelo menos para os primeiros 12 meses de funcionamento.

Faça as correções necessárias no decorrer das atividades e busque estar sempre dentro daquilo que foi projetado.

4 – Tenha as ferramentas adequadas.

Por menor que seja o empreendimento, suas atitudes é que farão com que os resultados sejam profissionais.

Desta forma, dispor de equipamentossistemas de gestão é ponto importante e não pode ficar de lado.

Comece pensando em um sistema de frente de loja, um computador, monitor, impressora de cupons etc. Se o estabelecimento for um pouco maior, poderá ser necessário ainda o uso de um sistema ERP para auxiliar na gestão e análise dos resultados do empreendimento.

5 – Interaja com especialistas

Estar em contato com profissionais capacitados e com resultados comprovados pode auxiliar enxergar detalhes importantes que talvez passassem despercebidos por olhos menos atentos.

Para este suporte ao micro/pequeno empresário é possível recorrer ao SEBRAE e também buscar auxílio com incubadoras, que tem por objetivo a criação ou o desenvolvimento das empresas em suas primeiras etapas de vida.

1 de setembro de 2015

1 de setembro de 2015

Entre em contato